Hospital 5 de Outubro aplica terapia com cavalos em crianças especiais

Nas segundas-feiras, crianças especiais atendidas no Hospital 5 de Outubro, em Canaã dos Carajás (PA), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, participam de sessões de equoterapia que é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem multi e interdisciplinar.
Este tratamento dentro de uma abordagem interdisciplinar da saúde, objetiva o desenvolvimento biopsicossocial, incluindo os primeiros contatos com animal, os cuidados preliminares, o ato de montar e o manuseio final. Ainda desenvolvem novas formas de socialização, autoconfiança e autoestima.
Segundo a psicóloga do HCO, Débora Lanôa, na Equoterapia o cavalo é o co-terapeuta e o contato entre o animal e as crianças com autismo atendidas no HCO estimula desde o primeiro momento, com também, a aceitação da mesma ao cavalo e ao novo ambiente. “Após o estabelecimento deste vínculo e segurança da criança, as atividades com recursos lúdicos são realizadas, em prol de desenvolver habilidades sociais, cognitivas e de comunicação dela, visando promover maior autonomia e independência, melhor que anteriormente a equoterapia”, explicou.
Para complementar o trabalho realizado pela psicóloga, as atividades contam com a participação da fonoaudióloga do HCO, Sidna Aguiar, que atua no desenvolvimento linguagem, estimula o tato e ao chamado sistema vestibular, que é responsável pela manutenção do equilíbrio.
Satisfeita com o tratamento que é oferecido ao seu filho de 8 anos, Fernanda Kolling, relatou que já lia sobre a terapia com cavalos e como tem sido eficiente na melhora do comportamento de sua criança. “Em nossa cidade ainda não era oferecido, mas com a parceria do Hospital representado pela fonoaudióloga e a psicóloga, nosso sonho virou realidade, e agora o tratamento já começou e as esperanças nasceram junto com ele, pois nos é oferecido mais um auxilio nessa luta diária que é superar as limitações de nossas crianças especiais. Obrigada a todos que sonharam e lutaram pela concretização desse projeto!”, disse.
Sobre o Hospital
O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D.

A unidade hospitalar possuí estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em: laboratório de patologia clínica, Ultrassonografia, Mamografia, Radiologia, Eletrocardiograma, entre outros, e atendimento clínico nas especialidades de Clínica Médica, Cardiologia, Oftalmologia, Pediatria, Cirurgia Geral, Fonoaudiologia, Ginecologia/ Obstetrícia, Ortopedia, Psicologia e Nutrição.

O Hospital 5 de Outubro possui 22 leitos, sendo seis apartamentos individuais e 16 leitos de enfermaria coletiva. A unidade possui, também, um centro cirúrgico com duas salas de cirurgias e quatro leitos de recuperação pós-anestésicos.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. Fundada em 1967, como Associação Monlevade de Serviços Sociais, em João Monlevade (MG), a Pró-Saúde é uma entidade sem fins lucrativos. Tem sob sua responsabilidade 2.068 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2,9 mil médicos, além de reunir um dos maiores quadros de administradores hospitalares do Brasil, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma entidade filantrópica qualificada como Organização Social de Saúde (OSS) e oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor, permitindo que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros. A entidade faz a gestão de quatro Centros de Educação Infantil, em São Paulo, cidade em que também fica localizada a sua Sede Administrativa.