Hospital 5 de Outubro oferece atendimento diferenciado para crianças com doenças respiratórias

A região sudeste do Pará apresenta um período de inverno caracterizado pela baixa umidade do ar, altas temperaturas e grande quantidade de poluentes como fumaça e fuligem, em consequência das queimadas. Esse quadro climático desencadeia doenças respiratórias potencialmente graves.

De acordo com a pediatra Suellen Brito, médica do Hospital 5 de Outubro, em Canaã dos Carajás, unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, neste período do ano os pais devem ficar atentos, devido algumas doenças como rinite, bronquite e asma que se agravam e outras, como resfriado comum e a gripe, que aparecem com mais frequência.

Em quadros mais sérios a criança pode apresentar os seguintes sintomas: falta de ar e cansaço; dificuldade para respirar: esforço maior usando músculos do pescoço e da barriga; prostração/inatividade e frequência respiratória aumentada, na ausência de febre.

“Estes são os sinais de alerta para os pais procurarem atendimento de urgência para avaliação da criança”, relatou a pediatra.

Por este motivo, a unidade realizará pacotes promocionais de atendimentos pediátricos, com ênfase no sistema respiratório e idade óssea, durante o mês de setembro.

Os pacotes ofertados pelo hospital foram criados para facilitar o acesso a esse tipo de consulta aos usuários que não possuem plano de saúde, mas pretendem realizar o atendimento de forma particular. E possível conferir a descrição completa dos pacotes entrando em contato com o hospital.

O agendamento da consulta com o pediatra pode ser realizado pessoalmente na unidade ou por meio dos seguintes contatos: (94) 3358-1211 e por aplicativo no (94) 9 9127-0657, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h, e no sábado, das 7h30 às 13h.

Os pacotes promocionais oferecidos pelo hospital foram criados para que toda a população tenha acesso a este tipo de consulta. Será dado um desconto adicional de 20% sobre no valor dos exames solicitados pela pediatra, que não estão inclusos nos pacotes oferecidos.

Hospital 5 de Outubro

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D.
A unidade hospitalar possuí estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em: laboratório de patologia clínica, Ultrassonografia, Mamografia, Radiologia, Eletrocardiograma, entre outros, e atendimento clínico nas especialidades de Clínica Médica, Cardiologia, Oftalmologia, Pediatria, Cirurgia Geral, Fonoaudiologia, Ginecologia/ Obstetrícia, Ortopedia, Psicologia e Nutrição.
O Hospital 5 de Outubro possui 23 leitos, sendo sete apartamentos individuais e 16 leitos de enfermaria coletiva. A unidade possui, também, um centro cirúrgico com duas salas de cirurgias e quatro leitos de recuperação pós-anestésicos.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.