Médicos do Hospital 5 de Outubro participam de treinamento sobre hipertensão arterial

Para ampliar a segurança do paciente no Hospital 5 de Outubro, em Canaã dos Carajás (PA), a unidade realizou um treinamento sobre atendimento a usuários com hipertensão arterial, dor torácica e síndrome coronariana aguda. O evento foi direcionado ao corpo clínico, tendo como base o protocolo adotado pela instituição que auxilia quanto às condutas terapêuticas a serem definidas nessas situações.

A cardiologista Mirley Araújo, que conduziu o bate-papo com os médicos, abordou o assunto a partir de casos clínicos e vídeos. Os tópicos discutidos foram manejo diagnóstico e terapêutico da hipertensão arterial, avaliação da dor torácica no Pronto-Socorro e manejo das síndromes coronarianas agudas na sala de emergência.

“Esses tipos de discussões são extremamente relevantes para o corpo clínico, pois é um atendimento muito comum em consultórios, além de ser importante causa de morbimortalidade em nosso meio”, considerou Mirley.

Para o clínico geral Paulo Leal, o treinamento foi de grande valia. “Sempre é muito bom discutirmos temas diversos com especialistas, gerando atualização e diversificação do conhecimento e, consequentemente, melhoria no atendimento para o paciente do Hospital 5 de Outubro”, disse Paulo.

Segundo dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no Brasil. A hipertensão arterial sistêmica é a mais frequente delas e o principal fator de risco para complicações como acidente vascular cerebral e infarto agudo do miocárdio.