Encenação teatral alerta para importância da higienização das mãos do Hospital 5 de Outubro

Um teatro demostrando atendimentos sem a higienização das mãos, foi a estratégia usada no Hospital 5 de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás (PA), para reforçar a importância de higienizar as mãos antes, durante e após cada atendimento ao paciente. O objetivo da ação foi impactar os colaboradores e engaja-los ainda mais no cuidado do paciente, já que a higienização das mãos é considerada uma das medidas mais seguras dentro de um ambiente de promoção e cuidado a saúde.

A encenação contou a historia de um profissional da assistência calçando a luva sem higienizar as mãos, tocando o paciente sem luvas entre outras atitudes que causam a contaminação cruzada.

A enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HCO, Janete Oliveira, explicou que a iniciativa, realizada na última terça-feira (03), mostrou a importância de seguir os cincos principais momentos da higienização das mãos e a técnica correta recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Durante a programação foi realizada a simulação de bactérias com glogerm, mostrando a transmissão cruzada de microrganismos e consequentemente Infecção Relacionada à Assistência a Saúde (IRAS). “Um ponto importante que destacamos, é que o uso de luvas não substitui a higiene das mãos”, frisou Janete.

Para a auxiliar de ouvidoria do HCO Eunice Souza, o treinamento foi de grande valia e a dinâmica utilizada impactante, “Fiquei surpreendida com quantidade de contaminação que nós podemos levar através da não lavagem das mãos, por isso é tão importante esse tipo de ação no hospital”, disse Eunice.

Sobre o Hospital
O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D.A unidade hospitalar possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em: laboratório de patologia clínica, Ultrassonografia, Mamografia, Radiologia, Eletrocardiograma, entre outros, e atendimento clínico nas especialidades de Clínica Médica, Cardiologia, Dermatologia, Especialista em Aparelho Digestivo, Pediatria, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Fonoaudiologia, Ginecologia/ Obstetrícia, Ortopedia, Terapia ocupacional, Psiquiatria, Psicologia, Nutrição e Urologia.

O Hospital 5 de Outubro possui 23 leitos, sendo sete apartamentos individuais e 16 leitos de enfermaria coletiva. A unidade possui, também, um centro cirúrgico com duas salas de cirurgias e quatro leitos de recuperação pós-anestésicos.

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.