Árvore da Esperança” abriga mensagens de motivação no Hospital 5 de Outubro

Macieira simbólica no corredor da unidade tem como fruto mensagens de apoio e incentivo para profissionais da saúde

Para incentivar uma corrente de sentimentos positivos, o Hospital 5 de Outubro (HCO), gerenciado pela Pró-Saúde, em Canaã dos Carajás (PA), montou uma macieira simbólica, onde os frutos são mensagens de fé e esperança. A “Árvore da Esperança”, como foi chamada, se encontra exposta no corredor próximo ao refeitório, local de fácil acesso a todos os colaboradores.

A psicóloga do HCO, Glauciene Amorim, explicou que devido ao cenário de pandemia e sua complexidade, algumas manifestações de sentimentos ocasionados pelo momento vivido, como medo, insegurança, ansiedade, estresse e angústia, podem acarretar problemas de saúde mental e física. Por este motivo, é muito importante apoiar os profissionais da saúde neste momento.

“O intuito é de oportunizar reflexões, para que juntos possamos superar esse momento da melhor maneira possível e acreditando que dias melhores virão. Estamos propondo para os colaboradores, enquanto equipe, para que se unam e deixem uma mensagem de fé e esperança nessa árvore. Acreditamos na força e união desse time, sabemos que a empatia e resiliência são primordiais para juntos, superarmos esse momento tão delicado”, declarou Glauciene.

O objetivo é que todos os profissionais que atuam no hospital tenham a oportunidade de ler as mensagens e também sejam estimulados a escrever novos recados, para que a corrente cresça e a árvore fique, cada vez mais, recheada de bons frutos.

Para a farmacêutica do HCO, Luana Lopes, a iniciativa inspira os profissionais a passarem mensagens de motivação, amor, paz e fraternidade. “Cada colaborador pode expor os seus sentimentos, com a esperança em um futuro melhor. A árvore renovou as nossas energias para seguirmos em frente”, declarou a farmacêutica.

Hospital
O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade hospitalar é gerenciada desde 2006 pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, e possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em diversas especialidades.
Em fevereiro de 2019, a unidade foi certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.