Com iniciativa sustentável, Hospital 5 de Outubro implanta Jardim Terapêutico

Projeto tem como objetivo desenvolver habilidades sensoriais de crianças atendidas na unidade

Jardins terapêuticos são aliados da saúde física e mental e também uma tendência mundial que auxilia na promoção de saúde. Com esse objetivo, o Hospital 5 de Outubro, em Canaã dos Carajás, no sudeste paraense, inaugurou na última quinta-feira, 25/2, o jardim terapêutico na ala da pediatria da unidade.

Frente ao projeto, as fonoaudiólogas Sídna Márcia Aguiar da Silva e Poliana Fonseca explicaram que o espaço foi criado como recurso para estimulação global da criança.

“Com base nas estratégias assistenciais, o objetivo é manter um espaço com estímulo aos cinco sentidos por meio da interação com o meio”, enfatizou Sídna.

De acordo com a terapeuta ocupacional Mirta Melissa Nunes Loureiro, o espaço proporciona agradáveis sensações, além de estimular a criatividade, a atenção, concentração e autonomia individual.

“As atividades desenvolvidas nesse espaço também promovem a melhora na coordenação psicomotora e estimulam o desenvolvimento cognitivo a partir de recursos naturais”, afirmou Melissa.

Além de promover um espaço para o cuidado do paciente, o jardim deixa o ambiente mais bonito e agradável. A construção do espaço contou com a força tarefa de diversos profissionais da assistência e da parte de manutenção da unidade hospitalar.

Acolhimento

Daniela da Silva, mãe de Rafael Henrique Silva, de 4 anos, comemorou a novidade do Hospital 5 de Outubro.

“Quando chegamos o Rafael foi direto para caixa de areia que ele adora. É um espaço sensorial, visual, ergonômico. Ele terá novas oportunidades, além de fazer várias atividades para seu desenvolvimento”, contou.

A mãe do pequeno Rafael também estava contente em poder participar da inauguração do espaço terapêutico. “Podemos confirmar o respeito e a amizade que temos com os profissionais que nos atendem com tanto carinho e atenção”, disse.

Daniela acrescenta que “para muitos é apenas um jardim, mas para ela será o jardim do Rafael”, concluiu a mãe.

Atendimentos em 2020

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de 50 na área de gestão de serviços em saúde.

O 5 de Outubro possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico.

Em 2020, o hospital realizou mais de 340 mil atendimentos entre consultas ambulatoriais, exames, internações e cirurgias. Ao longo do ano, também foram realizados 323 partos. A qualidade assistencial obteve reconhecimento dos usuários, que alcançou índice de 91% de satisfação no ano passado.

A unidade é certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.

Recentemente recebeu o selo “Green Kitchen” (em português, Cozinha Verde), concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam).

A fundação reconhece as melhores práticas na utilização de alimentos e a busca das unidades para aprimorar constantemente seu padrão de qualidade, garantindo além da satisfação do usuário, a utilização de alimentos orgânicos, entre outras práticas.