Dia da Internacional da Mulher emociona pacientes do Hospital 5 de Outubro

O primeiro ano da pandemia no Brasil coincide com uma data marcada pela luta por igualdade: o Dia Internacional da Mulher.

Sorrisos cobertos por máscaras sendo transmitidos pelos olhares, flores e chocolates invadiram os corredores do Hospital 5 de Outubro (HCO), unidade gerenciada pela Pró-Saúde, em Canaã dos Carajás.

Internada há quatro dias, a lojista Noeme Pereira Marinho, de 39 anos, não segurou as lágrimas ao ver a enfermeira e gerente assistencial da unidade, Renata Chiquette, com uma rosa amarela nas mãos.

“Esse gesto de entregar uma flor, mesmo em meio à pandemia e ao cansaço dos profissionais, foi de uma grandiosidade inexplicável. Tocou meu coração. Esse cuidado tem valor na nossa recuperação”, contou emocionada.

Noeme narrou a emoção que sentiu ao ouvir a voz da enfermeira Renata. “Uma voz doce e carinhosa. Os olhos dela brilhavam, pareciam conter lágrimas. Acredito que nem ela imaginou que fosse me comover tanto.”

A paciente disse que foi preciso vivenciar a doença para entender a dimensão da pandemia. “Todos os dias eu mando mensagens para amigos e família pedindo para que se cuidem, usem máscara e sigam os protocolos de segurança”, contou.

Noeme pediu que um recado fosse transmitido para todos os profissionais da unidade. “Hoje eu só quero contaminação de coisas positivas para vocês do 5 de Outubro. Vocês são heróis. Agradeço de coração todo o cuidado e a atenção”, finalizou.

Já na Unidade de Internação a emoção ficou visível com a técnica de enfermagem e colaboradora da Pró-Saúde no HCO há quatro anos, Antônia Liliane Sousa Rodrigues.

Antônia distribuía sorrisos em meia comemoração dos nascimentos dos filhos, Giullia e Lucca. “Dia da mulher e eu rodeada de amor”, disse a mãe dos gêmeos recém-nascidos.

Ao longo do dia, a Comissão de Humanização distribuiu mensagens de carinho para todas as colaboradoras da unidade.

Hospital 5 de Outubro

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico em diversas.

Em 2020, o HCO realizou mais de 340 mil atendimentos entre consultas ambulatoriais, exames, internações e cirurgias. Ao longo do ano, também foram realizados 323 partos. A qualidade assistencial obteve reconhecimento dos usuários, que alcançou índice de 91% de satisfação no ano passado.

A unidade é certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.

Recentemente, o 5 de Outubro recebeu o selo “Green Kitchen” (em portugues, Cozinha Verde), concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam). O selo é um reconhecimento para a busca contínua do padrão de qualidade, garantindo além da satisfação do usuário, a utilização de alimentos orgânicos, de materiais naturais, reutilizados, reciclados ou certificados na produção dos alimentos.

 

Noeme Pereira usou as redes sociais para compartilhar a emoção ao receber a rosa. Foto Pró-Saúde.

 

A técnica de enfermagem Antônia Rodrigues comemora o nascimento dos filhos com o Dia da Mulher. Foto Pró-Saúde.