Hospital 5 de Outubro participa de campanha contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes

O Hospital 5 de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás, está participando da campanha ‘Faça Bonito’, alusiva ao 18 de Maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostram que 70% das vítimas de estupro no Brasil são menores de idade.

Para Tárik Lima, diretor Hospitalar do HCO, o assunto requer atenção redobrada, principalmente para que chegue aos lugares mais remotos de Canaã dos Carajás. “O envolvimento da sociedade é fundamental para a superação deste problema. Trabalhamos para que esse projeto seja positivo aqui no município”, frisou.

“Esta é uma campanha muito importante para nós, que trabalhamos com direitos humanos e saúde. Essa mobilização é em prol das nossas crianças e adolescentes, aqueles que são colocados sob nossa responsabilidade, para que possamos mostrar os melhores caminhos e as boas práticas com o nosso exemplo”, contou.

A assistente social Edlaine Lopes comemorou a adesão da unidade hospitalar à campanha. “O 5 de Outubro tem ações importantes para a sociedade do município, o que contribui ainda mais para o avanço no enfrentamento à essa violência”, explicou.

No ano passado, a unidade gerenciada pela Pró-Saúde aderiu ao Projeto Salve Uma Mulher, que tem o objetivo de promover ações, palestras e alertar a sociedade sobre os perigos da violência contra a mulher.

 

Sobre a Campanha ‘Faça Bonito’

A data foi instituída pela Lei Federal 9.970/00, sendo uma conquista que demarca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes no território brasileiro e que já alcançou muitos municípios do nosso país.

O objetivo é mobilizar, destacar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade, para participar da luta em defesa dos direitos humanos do público-alvo da ação.

Este ano, o lema da campanha do Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes é “Faça Bonito” e tem como símbolo uma flor amarela, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança.

Em casos de suspeita de violência contra menores é possível fazer a denúncia no Conselho Tutelar, Delegacia ou  Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), e por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. O sigilo é garantido, e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixos ou móvel.

 

Hospital 5 de Outubro

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de 50 na área de gestão de serviços em saúde.

O 5 de Outubro possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico.

A unidade é certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.

A unidade também conta com o selo “Green Kitchen” (em português, Cozinha Verde), concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam). A fundação reconhece as melhores práticas na utilização de alimentos e a busca das unidades para aprimorar constantemente seu padrão de qualidade, garantindo além da satisfação do usuário, a utilização de alimentos orgânicos, entre outras práticas.