Hospital 5 de Outubro capacita profissionais de saúde sobre reanimação neonatal

O curso fez parte da programação especial do mês da Enfermagem e foi realizado nos dias 20 e 21 de maio

 

Dados do Ministério da Saúde apontam que no Brasil, a cada duas horas, um recém-nascido morre nos seis primeiros dias de vida por não receber atendimento adequado.

Para combater esse tipo de mortalidade e contribuir com a capacitação de profissionais, o Hospital 5 de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás, promoveu o curso de reanimação neonatal. A ação, que ocorreu nos dias 20 e 21 de maio, teve como objetivo preparar a equipe assistencial para garantir um primeiro atendimento apropriado e preservar a qualidade de vida e a segurança do recém-nascido.

A enfermeira Daniela Gomes comemorou a oportunidade de realizar o curso. “O momento oportunizou troca de experiências entre diversos profissionais e a importância da capacitação para ofertar mais segurança ao paciente”, comentou.

Durante o curso, os profissionais da área assistencial treinaram o que acontece quando um bebê nasce com alguma intercorrência médica com necessidade de reanimação e evitar exista uma evolução do quadro para alguma sequela.

O curso foi ministrado pela pediatra Suellen de Oliveira Brito Rabelo, que destacou a crescente no número de partos na unidade. “Precisamos de cuidados mais específicos, assertivos e rápidos com o recém-nascido. Além de capacitar a nossa equipe, a capacitação oferece mais segurança ao paciente”, destacou a pediatra.

Em 2020, o hospital realizou mais de 340 mil atendimentos entre consultas ambulatoriais, exames, internações e cirurgias. Ao longo do ano, também foram realizados 323 partos. Nos primeiros quatros meses de 2021 o 5 de Outubro já realizou 110 partos.

Hospital 5 de Outubro

 

O Hospital 5 de Outubro foi fundado pela empresa Vale e projetado para apoiar as operações da Mina Sossego e a implantação do projeto S11D. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de 50 na área de gestão de serviços em saúde.

O 5 de Outubro possui estrutura de pequeno porte, com capacidade para atender casos de até média complexidade e congrega ambulatório para consultas eletivas, Pronto Atendimento 24 horas, instalações de internação com enfermarias e apartamentos individuais e suporte diagnóstico.

A unidade é certificada pelo Programa Nacional da Qualidade (PNQ), concedido pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que reconhece a qualidade e segurança da assistência.

A unidade também conta com o selo “Green Kitchen” (em português, Cozinha Verde), concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam). A fundação reconhece as melhores práticas na utilização de alimentos e a busca das unidades para aprimorar constantemente seu padrão de qualidade, garantindo além da satisfação do usuário, a utilização de alimentos orgânicos, entre outras práticas.